Teoria do Design 2

Profª Fabiane Lima
fabianelim@gmail.com

Universidade Tecnológica Federal do Paraná — 2017

O Design na Década de 60 no Brasil

Leitura e discussão

"Um panorama dos vetiginosos anos 60"

(MELO, 2006. p. 28-57)

Contexto

Em meados dos anos 1960 o Brasil vivia tempos conturbados. O Golpe Militar estava cerceando liberdades e ditando manifestações culturais que eram permitidas ou não.

  • Influência americana, movimentos estudantis, contracultura
  • Música, juventude, televisão
  • Jovem Guarda, Bossa Nova e Tropicália
  • Festivais na televisão
  • As novelas e a influência na moda e no comportamento

Artistas contra a censura [1968]

Marcas populars da época

Design editorial

Nessa época, o mercado editorial estava se expandindo, devido à industrialização crescente do país e o aumento dos cursos de formação superior na área. As editoras começam a investir no design editorial como estratégia para ampliar vendas.

  • Civilização Brasileira
  • Editora do Autor

Eugênio Hirsch

Começou a trabalhar na editora Civilização Brasileira em 1959. Nascido na Áustria, sua família emigrou para a América Latina quando da anexação de seu país pela Alemanha. Teve formação de artista plástico, dizia que uma capa de livro "é feita para agredir, não para agradar".

Capa de Eugênio Hirsch

Capa de Eugênio Hirsch

Capas de Eugênio Hirsch

Marius Lauritzen Bern

Autodidata, começou sua carreira nas Artes Plásticas, trabalhou como cartunista no Jornal do Brasil e abriu seu próprio escritório — Estúdio Gráfico — em 1965, quando começou a trabalhar em parceria com a Civilização Brasileira.

Capas de Marius L. Bern

Capa de Marius L. Bern

Capa de Marius L. Bern

Revistas

Os anos 1960 presenciaram o surgimento de várias revistas voltadas a distintos públicos.

  • Televisão: Capricho, Sétimo Céu, Querida, Contigo
  • Mulher e comportamento: Cláudia, Desfile, Ele Ela, Pais & Filhos
  • Revista Civilização Brasileira (humanas), Habitat, Módulo, Invenção (arquitetura)
  • Senhor, Realidade
Ataque de Estrelismo

Miolo da revista Habitat

Miolo da revista Módulo

Capas de discos

Os discos existem no Brasil desde os anos 1910, mas começam a se popularizar a partir dos anos 1950.

  • 1965: Programa Jovem Guarda
  • Modo de vida adolescente

Capa de disco de Roberto Carlos

1967 / 1968

Rogério Duarte

Designer, compositor, músico, professor e tradutor. Conhecido como Rogério Caos, é considerado um dos criadores da Tropicália.

“foi uma das minhas ações mais radicais da tal estética gráfica tropicalista, que implica num rompimento total com o chamado modernismo racionalista, com o instrumental europeu imposto a nós via Bauhaus e sobretudo escola de Ulm”
Rogério Duarte
“Dei uma feição arte pop, uma espécie de ready-made. Eliminei o meio-tom, usei cores mais fortes, pus linhas.”
Rogério Duarte

Capa do álbum de Gilberto Gil, 1968, em parceria com Antônio Dias e David Drew Zingg. Deboche à cultura e à nação.

Cartazes de Rogério Duarte

Mobiliário e produtos

Se no início da década a busca era por um design com cara de Brasil, em fins dos anos 1960 a cultura popular e a produção industrial caminham juntas, abertas às influências internacionais.

Trabalho

Cultura de massa e suas manifestações

  • Ensaio de extensão entre 1000 e 1500 palavras
  • Entrega e apresentação: 7 de novembro
  • Valor: 4,0 pontos

Temas & grupos

  • IURD e o templo Cenáculo Curitiba
  • Termos de Uso/Serviço do Facebook
  • Filmes "Desk Set" (1957) e "Bonequinha de Luxo" (1961)

IURD e o templo Cenáculo Curitiba

Investigar a história por trás do prédio que está sendo construído pela Igreja Universal no bairro Rebouças. Sua construção tem sido criticada principalmente em relação ao estilo arquitetônico, que faz uma mistura de símbolos na tentativa de validar uma construção nova com o mesmo tipo de reverência que um templo antigo — como por exemplo os templos católicos. Falar sobre a infraestrutura do prédio e sua relação com o entorno.

Termos de Uso/Serviço do Facebook

Ler e discorrer a respeito das políticas de uso da plataforma social Facebook. Pesquisar notícias sobre de como essas políticas se interseccionam nas relações entre pessoas e instituições, onde o público e o privado se indistingüem. Investigar as possibilidades de uso de dados dos usuários e os riscos que esse tipo de uso pode ter em relação a privacidade na rede. Ver mini-documentário do New York Times sobre o assunto e discutir os pontos levantados no vídeo.

Filmes "Desk Set" (1957)
e "Bonequinha de Luxo" (1961)

Discorrer a respeito de como ambos os filmes se interrelacionam — para além da coincidência dos nomes das atrizes que os protagonizam. Pesquisar sobre o surgimento da cultura de massa, principalmente no período que se sucedeu às grandes guerras mundiais — contexto de produção tanto de "Desk Set" quanto de "Bonequinha de Luxo" —, e como a construção dessa cultura de massa se deu até os nossos dias. Discorrer sobre como a publicidade está imbricada nas mídias e as construções de significado possíveis dentro desse meio.

Para a próxima aula

Fanzine

Traga papel, cola, tesoura, revistas para recorte, canetas e canetinhas etc. Vamos fazer um zine (e terminar e entregar na outra semana)!

Valor: 1,0

Referência

  • DENIS, Rafael Cardoso. Uma Introdução à História do Design. São Paulo: Edgard Blücher, 2000.
  • LEON, Ethel. Design brasileiro: quem fez, quem faz. Rio de Janeiro: Senac Rio, 2005.
  • MELO, Chico Homem de. O design gráfico brasileiro: anos 60. São Paulo: Cosac Naify, 2006.