Webdesign

Profª Fabiane Lima
fabianelim@gmail.com

Universidade Tecnológica Federal do Paraná — 2018

Conhecendo seu navegador

O browser/navegador é a principal ferramenta do webdesigner. Ele não serve apenas para navegar na web e acessar seu conteúdo; é, também, muito útil para ver debaixo do capô dos sites e conhecer suas tecnologias.

1. Acessando o Inspetor

Clique com o lado do mouse e acesse, no menu contextual, a opção "Inspetor".

2. Aba "Elementos"

Acesse a aba "Elementos" do Inspetor e continue navegando pelo site. Observe o código se modificar enquanto você altera o comportamento da interface.

3. Ferramenta "Seleção"

Use a ferramenta de seleção de elementos para explorar a interface gráfica do site, ao mesmo tempo em que pode observar como essa interface é construída em código.

4. Editando

Selecione um elemento qualquer do site, localize seu correspondente no código e edite o mesmo na aba "Elementos".

5. Mudando o visual

Ainda na aba "Elementos", edite o CSS da página, brincando e experimentando com os valores. Não se preocupe, essas modificações não são permanentes.

6. Protip

Caso tenha gostado do resultado e queira replicá-lo em outro lugar, selecione o código na aba "Elementos" e cole em um editor de texto qualquer.

O futuro do Webdesign

construtores automáticos & o fim dos aplicativos

Houve uma época na web em que para colocar o mais simples site no ar era necessário saber código.

Com a popularização dos CMSs, o mercado de templates e temas prontos floresceu com sucesso.

No entanto, templates não fazem nada sozinhos: colocar um site no ar com certas funcionalidades era (e ainda é) caro e exige conhecimento técnico.

"As standards solidify, websites are in danger of becoming commoditized. Instead of a custom website, money will be spent on social media, bots, email automation and all kinds of other things. For a growing number of businesses, the website is already becoming a box to check off, and money is going into other areas." (THOMAS, 2017)

As novas ferramentas de construção de sites tem feito um trabalho bastante competente: layout responsivo, bonito e adequado à SEO (Search Engine Optimization).

"Most businesses today need more than a baseline website, but there are a lot that don’t. If website builders can automate coding and deliver the same value as custom websites, the market will notice. Why would a consumer pay more and wait longer to get the same value?" (THOMAS, 2017)

4 coisas que ferramentas automáticas de construção de sites ainda não conseguem fazer

  • Experiências inovadoras
  • Segurança
  • Integração personalizada
  • Plataformas

Site são mais que o código que os compõem, e as ferramentas automáticas são apenas auxiliares de parte do trabalho envolvido em sua construção.

"That’s why the builders are dangerous. They won’t make better websites than we do, but they only need to make websites that are good enough." (THOMAS, 2017)

TV vs YouTubers

Antigamente os projetistas de sites buscavam criar experiências inusitadas e criativas*. Hoje isso ficou relegado a projetos específicos. O objetivo agora é usabilidade, familiaridade e compatibilidade.

"Design is amazingly important, and most businesses today realize this, but it’s not unique design that’s valued — it’s effective design." (THOMAS, 2017)

A web mudou muito nos últimos anos, como tem mudado desde que foi criada. Daqui alguns anos as coisas podem estar muito diferentes do que são hoje. É preciso estar preparado.

Steve Jobs apresenta novo iPhone*

"Chatbots e o fim dos aplicativos" — Argonalyst (2016)

Atividade

Desenvolvendo um produto digital online.

Envio

O site apresentando a proposta de aplicativo (500 palavras) do grupo deve ser enviado através deste link até a meia-noite de hoje.

Referência

THOMAS, Drew. "The State Of Advanced Website Builders". In: Smashing Magazine. 5 de junho de 2017. Disponível neste link.